Homenagem cotidiana a Santa Rita

Homenagem cotidiana a Santa Rita


Eis-me a vossos pés, ó Gloriosa Taumaturga S. Rita, que espalhais no mundo, as mais insignes beneficencias. Eis-me aqui a favorecer-vos a homenagem cotidiana do meu reconhecido e devotado coração.

Venero-nos, ó Santa dos impossíveis! Salvai-me sempre dos males da alma e do corpo. Invoco-vos, ó filha resignada do crucificado: afastai de mim e dos meus o desespero, que é a morte da alma. Admiro-vos, ó modelo da juventude; defendei a mocidade das ciladas, da incredulidade e da corrupção. Bendigo-nos, ó poderosa protetora em todas as misérias: auxilai-me em toadas as minha sdesventuras. Exalto-vos, ó Heroina de todas as Virtudes: alcancei-me a graça de imitar-vos na mansidão, na paciencia, e na caridade.

Assim, seguramente agradarei a Deus, honrarei a vós que desejais, assim vê-lo amado por todos. Amo-nos, ó minha poderosíssíma protetora: na vossa intercessão pus todas minhas belas esperanças.

Pedi a Jesus crucificado, aos pés do qual em todas as vossas imagens , sois representada num ato de receber um espinho da sua Coroa, suplicai e alcançai-me o perdão dos pecados.

Sede-me guia fiel e no mar tempestuoso da vida, conduzi-me ao porto suspirado da Salvação, afim de que possa amar-vos e bendizer-vos e convosco louvar e amar eternamente o misericordioso Senhor. Assim seja.

Santa Rita de Cássia - Santa dos Impossíveis

Porque Santa dos Impossíveis?

Porque esse titulo sofredor a acompanhou na vida e na morte.

" Impossível" seria seu nascimento na avançada idade de seus pais; como no Antigo Testamento, o caso de Samuel o Profeta; no Novo Testamento, o de João Batista Precursor de Cristo; o milagre não falhou para trazer ao mundo mais essa criatura privilegiada.
" Impossível" a sua formação; seus pais pobres e ignorantes justamente quando a Itália era assolada pela devassidão, heresia e violência; eram porém Virtuosos.
" Impossível" seria seu casamento. Pois era sua vocação fazer-se religiosa. Casou-se. Seus pais já velhos próximos da morte temiam deixa-la só no mundo e lhe providenciaram um casamento aos 18 anos.

O casamento aumentou seu martírio, triunfou de verdadeiro martírio com a morte de marido assassinado.

" Impossível" a salvação de seus dois filhos que juraram matar os assinos de seu pai; marido de Rita.
Mas, Deus, os levou cedo para o céu em morte prematura; a família inteira tinha que se salvar.
A mãe de ve-se salvar com seus filhos.

"Impossível" ser religiosa, freira; pois, era casada; mas, a viuvez ceio lhe abrir novas esperanças.

"Impossínel" sua recepção no Convento. Era viuva! Não lhe seriam abertas as portas do Convento. Rita! Rita! Asim foi chamada às altas horas da noite, estando em oração, abriu a janela de sua casaestando presentes três personagens não viajantes, como pensava Rita, pois uma luz divina penetrou pela janela de sua sasinha e em êxtase, como num somho, acompanhou a visão. Na rapidez de um relâmpago deixou sua casa e se viu locada dentro do Convento, que à esta hora se achava de portas fechadas, Rita acordou dentro da Capela. Onde reconheceu na pessoa de seus condutores: São João Batista, Santo Agostinho e São Nicolau tolentino. Para Deus, não foi impossível.

" Impossível" a nova freira gozar dos benefícios do Oficio Divino e das outras vantagens; mas a sua Virtude lhe possibilitou tudo.

"Impossível" um ramo seco de videira produzir uvas.`Pois durante anos noviça Rita regou o ramo seco, por obediência, e no fim de sua vida transformou-se em videira frondosa que se acha até hoje no Jardim das Agostinianas, de Cássia. Assim, surgiu também a conhecida, " Palma de Santa Rita", antes o ramo seco e depois até a presente data floresce nos jardins em todos os países do mundo. Assim a Rosa de Santa Rita.

Acontecimentos humanamente impossiveis se verificaram em torno de Rita.
Sem que ninguém os tangesse os sinos da cidade anunciaram a morte de Rita. Enquanto, os milagres se multiplicavam junto ao corpo de Rita, como escrevem os Bolandistas.
Notável é que seu corpo se conservava intacto até hoje, em Cássia, num sarcófago feito de álamo recoberto de nogueira.
Nunca foi sepultado, escreve i Pe. Vanutelli, por decição das autoridades eclesiásticas. Seu corpo martirizado e deformado pelo sofrimento e pela doença, com a morte, apareceu rejuvenecido esparnzido constante odor, perfume indizível.

Os atos de autênticos de beatificação e canonizaçãoatestam sob testemunhas dignos de fé.

No dia 16 de julho de 1628, Rita abriu os olhos para apaziguar um tumulto em Cássia e em Roma, quando celebravam a festa de sua beatificação. O processo regular deste fato se sonserva na arquivo do acerbispado de Spoleto.

Rita ensinou ao mundo a palavra de Cristo: "Procurai antes de tudo o Reino de Deus e a sua justiça, e tudo o mais vos será dado por acréscimo" .

Quinta feira

Quinta Feira - Dia Predileto de Santa Rita, em louvor da Quinta Feira Santa, dia da Instituição da SS Eucaristia, devoção suprema de S. Rita.

Quinta feira, dia de seu nascimento, dia de sua morte, dia do seu casamento, dia de sua entrada misteriosa no Convento, e de todas as datas significativas em sua vida.

Quinta feira continua sendo seu dia predileto para destribuição dos seus milagres, principalmente nos três casos de sua proteção sensível:

1-Sobre enfermidades
2-Sobre negócios financeiros aparentemente embaraçados
3-Sobre casamento condicionado á salvação eterna e à felicidade terrena.


Postagens populares